terça-feira, 21 de junho de 2011

Londrina com mais um recorde!!!!

A Infraero divulgou hoje o resultado do movimento de passageiros do mês de Maio. Londrina continua apresentando crescimento sustentável e neste mês atingiu a marca de 81.163 passageiros. O acumulado já chega 354.507. Caso o movimento fique com a média de 80.000/mes o nosso aeroporto fechará o ano com aproximadamente 914.000 passageiros atendidos.
Esse crescimento tem chamado a atenção das Companhias que continuam a solicitar novos voos para nosso aeroporto. O leitor Marcos Gomes nos enviou diversas novidades que surgiram essa semana:

GOL:
Solicitou alteração nos voos 1835 e 1374 que passarão a cumprir os trechos abaixo:
GLO - 1835 - LDB/CGH - seg à sáb - 05:20
GLO - 1374 - CGH/LDB - seg à sex - 22:11


TAM:
Solicitou alteração nos voos 3554 e 3555 que passam a cumprir os trechos:
TAM - 3555 - BEL/GRU/CWB/LDB - diário -  15:30/19:50/22:00/22:55
TAM - 3554 - LDB/CWB/GRU/BEL - diário -  07:30/09:05/10:55/14:25


Passaredo:
Solicitou novo voo diário com a seguinte configuração:
PTB - 2308 - POA/LDB/BSB - diário - 07:00/08:30/09:55
PTB - 2309 - BSB/LDB/POA - diário - 18:38/20:35/21:45

8 comentários:

Vitor disse...

Esse voo da passaredo é uma alteração do existente, ou a cia começa a operar 2 voos em londrina? Seria um grande ganho ter ligação direta com POA e BSB!

Vitor disse...

vamo que vamo

LuisUEL disse...

O da PTB é outro voo.
Outra coisa, fazendo umas continhas, LDB tem de 2.ª a 6.ª feiras (negócios), trazendo para estatística para os 5 primeiros meses do ano, 860.000 assentos ofertados e uma ocupação de 355.000 pax, portanto uma ocupação média de 42%. A próxima Cidade Canção temos para os 5 primeiros meses do ano 482.000 assentos ofertados de 2.ª a 6.ª feira e uma ocupação de 266.000 pax, portanto um aproveitamento médio de 55%. Acredito que LDB deveria melhorar os horários ao invés de acrescentar novos voos, i.e, melhorar o aproveitamento dos existentes. Disto viria um menor desgaste da pista de pouso/decolagem; menor propagação de ruidos em torno do aeroporto e rota de aproximação/afastamento, melhor aproveitamento do terminal, que dai sim, seria necessária a urgente ampliação da estrutura existente, inclusive com a implantação de novos checkin's; salas de embarque e desembarque; pontes rolantes de embarque/desembarque; ampliação do estacionamento de veículos; dentre outras necessidades para o usuário e acompanhantes.

Vitor disse...

Eu discordo do Luiz. E a comparação com Maringa nao cabe aqui, pois os dois aeroportos sao de epocas totalmente diferentes. O aeroporto de Londrina precisa sim de uma modernização urgente. Quem ja esteve presente no aeroporto com 2 voos embarcando ou desembarcando sabe exatamente do que eu estou falando. É um caos. Concordo simcom a mudança dos horarios de alguns voos, para que sejam mais aproveitados, mas a vinda de outras cias e sempre bem vinda, gera competição, reduzindo os preços aos consumidores. E outra: so quem ja esperou no aeroporto desde as 6 da manhã até depois do meio dia pra embarcar por causa de neblina, ve que a necessidade de ILS e urgente tambem. Onde ja se viu um aviao nao decolar por nao ter teto nos tempos de hoje? Absurdo! Saudações.

LuisUEL disse...

Caro blogueiro Vitor
Venho externar minhas considerações.
Mantenho minha opinião que LDB não precisa de novos voos, mas sim, melhores horarios e destinos, mas não a ampliação de voos, pois conforme os calculos apresentados estamos muito longe da saturação, são apenas 40% de ocupação por aeronave. Se melhorarmos os horarios e concentrarmos mas manhãs e noites os voos, o aproveitamento pode melhorar para 50, 60 ou 70%, o que para as companhias seria ótimo e sem dúvidas melhorias no terminal, com novas salas de embarque e desembarque, praça de alimentação, sanitários, fraldários, novas escadas rolantes e elevadores, acessibilidades aos que apresentam dificuldades locomotoras, visuais, etc., pontes de embarque/desembarque no segundo piso ou como em Dulles/WA, veículos com plataforma plantograficas para embarque/desembarque ao nível das portas das aeronaves, conforme fotos anexas, implantação de ILS, ALS, novas luzes de maior intensidade, tanto ao longo da pista como areas de toque e eixo da pista, saídas rápidas para pista auxiliar, equipamentos de combate a incêndio, aumentando a categoria do aeródromo para 7 ou 8 com um grupamento de incêndio próprio e exclusivo para o aeroporto, radar meteriológico e de navegação e aproximação. Vejam, a região sul e Mato Grosso são desprovidos de radares de navegação, que operam ao longo do litoral até CWB, ficando o Norte, Noroeste, Sudoeste do Paraná sem este controle e outras medidas de melhorias. Abraços a todos.

JONAS LIASCH disse...

O interessante disso tudo é que Maringá tem melhor aproveitamento dos voos do que Londrina, mas os voos partindo ou chegando a Maringá são mais caros do que os voos chegando ou partindo de Londrina. A estrutura de Londrina está chegando perto da saturação, e Maringá já está saturado.

Camila disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Vitor disse...

Caro Luís, respeito sua opinião, e concordo com grande parte delas. Mas acho que LDB está longe de ser algum HUB de alguma empresa, devido à muitos fatores, um deles a própria ausência de área para uma expansão significativa do aeroporto, como uma segunda pista, por exemplo, que demandassem tantas melhorias no aeroporto. O remanejamento dos vôos é sim uma alternativa interessante, e de fato acredito que os vôos da tarde estejam saindo em sua maioria vazios, agora acho também que novos vôos chamam mais a atenção do Governo do que apenas remanejá-los. E imagine você, com os vôos saindo vazios assim, o terminal já está um caos, portanto acho que tais medidas são bem vindas, assim como medidas de melhoria da segurança de voo, como ILS, radares e etc. Mas como você mesmo disse, existem áreas do País onde não há sequer radares de navegação, não seríamos talvez egoísta demais querendo tantos investimentos por aqui, e deixar pouco para outros?